Não seja RACISTA

MULHERES

Em 2015, cerca de 385 mulheres foram assassinadas por dia. A porcentagem de homicídio de mulheres cresceu 7,5% entre 2005 e 2015, em todo o País.

As regiões de Roraima, Goiás e Mato Grosso lideram a lista de estados com maiores taxas de homicídios de mulheres. Já São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal, ostentam as menores taxas. No Maranhão, houve um aumento de 124% na taxa de feminicídios.

JOVENS

O assassinato de jovens do sexo masculino entre 15 e 29 anos corresponde a 47,85% do total de óbitos registrados no período estudado. Nessa mesma faixa etária, em Alagoas, foram 233 mortes para cada 100 mil homens. Em Sergipe, 230 homens para 100 mil.

Segundo o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e Desigualdade, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública acrescentou ao indicador de violência de jovens um indicador de DESIGUALDADE RACIAL..

A partir disso, constatou-se que os jovens negros entre 12 e 29 anos estavam mais vulneráveis ao homicídio do que brancos na mesma faixa etária.


O racismo bate a minha porta, me acompanha no trajeto casa-faculdade…

O racismo são os olhos que me olham quando eu ando pelas ruas, quando eu entro em certos estabelecimentos, quando eu pego transportes públicos ou até mesmo quando eu volto para dentro de minha própria casa. O racismo não é velado, o racismo é estrutural… Está na fala com conotações piadistas, está na maneira como você se nota perante ao espelho, está na forma como você trata uma outra pessoa negra, está nas relações de trabalho, está nos moldes acadêmicos, está nos veículos de circulação midiáticas, está nas atitudes e ações que você reproduz.

O racismo me vetou por muito tempo, não me permitindo aceitar-me como a mulher negra que sou. Por temer o medo e as represálias sociais, me camuflei dentro de mim mesma não deixando transparecer meus melhores ângulos, meus melhores traços, toda minha história.

Racismo mata. Racismo bate. Racismo sangra. Racismo impede você de ser quem você realmente é. Então, só uma dica: NÃO SEJA RACISTA! 

10 comentários sobre “Não seja RACISTA

    1. Muito obrigada por seu comentário, Mathièu. Concordo contigo, só com luta e resistência seremos capaz de mudar essa realidade que ainda nos assombra.
      Seguimos sempre fortes e sempre adiante nesse combate….

      Agradeço sua visita ao meu blog, volte sempre que seu tempo lhe permitir companheiro!

      Tenha um excelente dia 🙂

      Curtir

  1. Oi Mana!

    Li seus últimos textos e estou remoendo alguns assuntos, é positivo… sua escrita é ótima, mas, levantam alguns temas que me tocam, remexe com as “feridas”… “o racismo é estrutural” e “as coisas que falam para crianças negras”… é tão difícil das pessoas perceberem como são preconceituosas e cheias de “mimimi” pra julgar a dor do outro. Pra perceber que o que elas fazem e a maneira que agem é destrutível, dá vontade de sumir… desabafando… rs…

    Enfim… vou continuar focando na história de ser feliz, fazer o que ama, em algum momento da vida vamos encontrar nosso lugar digno e não teremos mais que ouvir “Nossa, você faz isso?”, “Você não é capaz, não tem ninguém na sua família com essa habilidade”, “Como é capaz de ter essas ideias?”, “Nossa, você é uma negra de alma branca”… de coração desejo que suas escritas, seus sonhos, tomem voo e força para ser e representar o que uma negra é capaz de realizar. Pra mim esse é o caminho de superação do racismo. ❤ Bjos

    Curtido por 1 pessoa

    1. Irmã, agradeço imensamente este seu comentário. E sim, o racismo é estrutural. Todas as falas desferidas as crianças e as pessoas negras em gera são tão pejorativas… Não entendo porque o fato de sermos o que somos ainda incomoda tantas pessoas.
      Pois bem, seguimos em frente sempre traçando nossa linha rumo ao horizonte. Traçamos o caminho e nos superemos dia após dias rumo ao inalcançável sempre.

      Ótimo final de semana mana!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Esta realidade entristece-me profundamente. Quando escrevi Ame mais e rotule menos, uma das realidades que tinha diante dos olhos era esta: o racismo. Nasci no recôncavo baiano, mergulhado na cultura negra até o último fio de cabelo, ali, onde vivi a minha infância, estão meus grandes e primeiros amigos. Confesso que até hoje não consigo entender o que leva a uma pessoa a negar o outro sistemáticamente, como o racista o faz. Este outro, que é negado, tem algo muito mais valioso que ele não tem, pois isso o seu ódio. Ele é feliz!! A cultura de raizes negra é uma cultura da felicidade, do afeto, da celebração, da partilha, da luta, do companheirismo…
    Enfim…
    Uma grande abraço minha amiga.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Adriano, comentários como o seu companheiro me felicita muitissimo. É tão gostoso ler depoimentos como o seu e me sentir confortável e amparada pela leitura dos meus. Juntos somos mais fortes. Obrigada por estar sempre presente.

      Tenha um ótimo final de semana e seguimos sempre discutindo e colocando em pauta temas tão relevantes como estes,

      Curtir

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s