Olhos de maracujá num saco

Olho, desvio.
Olho, desvio.
Olho, desvio.
Olho.

Ela sorri de forma forçada. Alguma coisa a incomoda. Talvez uma vesícula retirada, uma diarreia, um dente com canal aberto.
Ela roe as unhas da mão direita, os olhos dela, ariscos, apresentam um desconforto muito maior que seus próprios ombros. Ela está com as olheiras ainda mais roxas e as costelas um pouco mais visíveis.
Ela se despede de mim duas vezes: Uma antes de se encontrar com a parceira dela, outra quando ela me espera acender um cigarro e depois se despede com um beijo não tão leve na bochecha direita, bem na frente da mulher com a qual ela se casou.

Ela procura meus olhos mesmo quando a companheira dela está numa cadeira ao seu lado. E eu ali, três cadeiras de distância… Olhando os olhos dela de longe e com pressa. Ela me nota procurando os olhos dela.

Eu rio ao dizer: – Meu nome não tem acento. É Vitoria sem acento no ó.

Engulo em dois segundos um copo de 350ml de cerveja gelada. Olho para a lua amarela. Entro num papo profundo sobre: extraterrestres.

5 comentários sobre “Olhos de maracujá num saco

  1. “bem na frente da mulher com a qual ela se casou.” -> isso tá com cara que vai dar uma treta arretada uhauhauhahuauh muito massa o final huahuauh “Entro num papo profundo sobre: extraterrestres.”

    Curtido por 1 pessoa

      1. huauhauhahuauh orarei também 🙂 uma ave maria para maria vitoria 🙂 muita paz, amor e ótima semana 🙂

        Curtido por 1 pessoa

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s