Bella Jaú

Sinto cheiro de urina no ar enquanto procuro algo no escuro para secar minhas mãos úmidas. A fome me assola um pouco ao mesmo tempo que uma diarreia está a caminho. Olho metade de um espelho na fresta da luz que vem da rua e consigo avistar cadeiras pretas empilhadas vestidas de logomarcas vermelho com branco. Meu peito chia em catarro. Cuspo algo em velocidade na borda de uma lata de plástico com papel toalha até a boca. Agora posso sentir minha bexiga leve como plumas e tudo o que eu desejo é ingerir mais álcool gelado para dentro de meu organismo.

Gravatas sustentam copos com líquidos amarelos – gravatas combinam com ternos e sapatos da cor preta.

Uma garrafa de cinquenta e um é branca.
Os olhos que se reviram de repulsa a cana, são sustentados por uma cor de pele branca.

Tenho pontos negros em meu tornozelo direito e dez reais amassados no bolso esquerdo.

A conta deu: 72,00.
Eu era a única pessoa negra consumindo olhando pessoas negras pedindo esmolas.

23:47… Vomitei batatas com cheeder e bacon.

 

5 comentários sobre “Bella Jaú

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s