Como escolho os livros que leio

Para finalizar o maratone-se deste mês de outubro, os livros que eu escolho para ler depende muito do meu estado de espírito e da minha disposição pra leitura. Há dias que eu faço questão de ler algo grande e robusto, livros de trezentas páginas adiante, outros dias eu sinto imensa vontade de ler algo fino e gostoso, coisas menores como poesia. Existem certos períodos que eu encaixo minhas leituras de acordo com o gênero literário que eu esteja escrevendo. Quando estou muito na fissura de ler, vou até a biblioteca da faculdade e pego de três a quatro livros diferentes, porém, fielmente, sempre pego no minimo duas obras sobre psicologia.  

Antes de iniciar a leitura de qualquer livro, sempre me dirijo a sinopse, sumário e a primeira frase do livro. Se nessa sequencia a obra não ganhar meu coração e atrair toda minha atenção de forma firme e bruta, não há chance de que eu lerei coisa alguma. Não importa se a obra for um clássico que todo mundo leu ou é uma obra prima das galáxias… Se não me atingir em cheio, não há cristo que me faça ler nada. A única leitura que eu faço de forma forçosa e obrigatória, são as leituras da faculdade. Sempre muito chatas e massantes por sinal.

É preciso que se tenha pegada, charme e ser bom de ideia, para me ganhar e me levar pra ler na cama ou aonde o autor(a), quiser.


PROJETO MARATONE-SE DE OUTUBRO

maratone-se

3 comentários sobre “Como escolho os livros que leio

  1. A leitura do seu texto me fez refletir sobre a escolha de um livro, realmente é um processo de flerte. Livros demandam tempo, dedicação, são relacionamentos que construímos, como o enredo, com os personagens, então qual o sentido de começar algo que não tem futuro? Outro ponto interessante é sobre os tipos de livro, faz total sentido! A vida é feita de momentos, nem sempre estamos prontos a nos comprometer em relações densas, que exigem tanto de nós, as vezes é apenas aquela “ficada”. Admito que meu processo é um pouco diferente, mas me identifico muito com aquilo que escreveu. Parabéns pelo texto inteligente, como sempre bem articulado e gostoso de ler.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Tenho a “mania” de me obrigar a ler até a pagina 100 de qualquer livro (ou um terço se for menor). Acho que sempre tem alguma coisa boa em cada livro. Mas já perdi e abandonei muito livro mesmo tendo ido até a página cem!

    Curtido por 2 pessoas

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s