O tal do beiço

Carrega um carro de mão com caixotes pesados – às 22:20 de uma terça-feira.

O couro cabeludo possui feridas – às 06:45 de uma segunda-feira.

Troca o corpo por uma grama de coca – às 17:22 de uma sexta-feira.

O tal do beiço tem cor, preço e hora.
O tal do beiço é feito da carne mais barata do mercado.

4 comentários sobre “O tal do beiço

  1. Maria Vitória, posso ter chamar assim, com essa intimidade besta que você não meu deu? Você tem sangue denso, você tem seiva bem da grossa dentro aí de você. Não, não estou te elogiando aí ao modo internético, esperando troco (não me dê troco). Estou é constatando. Teus textos, e não são todos, mas teus textos…são tão viscerais que arrepiam. Mais uma vez, não estou te elogiando. Estou constatando: eu, filho-da-puta idoso e do mal, mas leitor atento e não preguiçoso, acho que você é uma voz: poderosa, cáustica, lírica e necessária. Você é aquele doce, duro e rugoso por fora e por dentro, intensa. Gosto das duas coisas. Você, por favor, se permita ser por mim, gostada. Um enorme abraço e outro depois e mais outro.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Rapaz, acordar numa segunda-feira nublada e chuvosa e me deparar com um comentário destes é foda hein. Não vou tomar como elogio hahaha
      Acho muito bacana quando consigo expelir nos meus textos esse caos todo que vive dentro de mim, por mais que seja um baita vômito quente ele ainda sai de forma poética.
      Obrigada mais uma vez por me ler ❤️

      Curtir

Deixe uma resposta para Maria Vitoria Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s