Flip 2019: A festa literária do ano

A festinha mais esperada do ano pelos escritores está chegando. Mas, afinal… o que é essa festa literária e quem são os escritores que faram parte dela?

17ª Festa Literária Internacional de Paraty acontece entre os dias 10 -14 julho 2019

Confira abaixo a lista dos autores, as casas parceiras, as atividades, compra de ingressos e onde se hospedar durante o evento:

autores

flip slam | curadoria: roberta estrela d’alva

Imagem retirada da internet

Casa parceira

  • barco holandês
  • casa helvetia
  • barco flipei — festa literária pirata das editoras independentes
  • casa da literatura — cembra
  • casa ims
  • casa insubmissa de mulheres negras
  • casa libre & santa rita da cássia
  • casa m.a.r. — maria angélica ribeiro
  • casa philos
  • casa poéticas negras
  • casa publishnews
  • casa tag
  • casa tyiwaras tikunas

O que mais acontece no evento

  • rodas de conversa
  • mesas literárias
  • exposições
  • oficinas
  • apresentações artísticas
  • sarau/ slam
  • lançamentos
  • sessões de cinema
  • prática de yoga
  • mediação de leitura
  • exibições de filme
  • palestras
Imagem retirada do site oficial da Flip

Locais das atividades

  • auditório da matriz
  • central flipinha
  • auditório da praça
  • biblioteca comunitária casa azul
  • barco educativo
  • igreja da matriz
  • casa da cultura
  • casa helvetia
  • cinema da praça
  • casa ims
  • salão nobre da casa da cultura
  • pátio da casa da cultura
  • instituto náutico de paraty (inp)
  • cembra

Ingressos

Programações gratuitas

Como todos os anos, durante a Flip haverá programações gratuitas por toda a cidade. O Programa Educativo, a Flip+, as Casas Parceiras e a Praça Aberta têm acesso livre.

Todas as mesas literárias do Programa Principal são transmitidas, com tradução simultânea e grande qualidade técnica, para o Auditório da Praça, junto à Praça da Matriz. Neste local, também serão realizadas mesas literárias e apresentações musicais, com acesso gratuito.

Venda de ingressos

O Auditório da Matriz, onde ocorrem nossas mesas literárias, é o único espaço com cobrança de ingressos, com valor de R$ 55,00 e possibilidade de meia-entrada.

Os ingressos do Programa Principal serão vendidos a partir do dia 03 de junho de 2019, no endereço: flip.byinti.com.

Ingressos em Paraty

Vendas exclusivas para moradores de Paraty acontecem nos dias 03 e 04 de junho, das 09h às 12h e das 13h às 17h, na Agência Paraty Tours: Avenida Roberto Silveira, 479. Pagamento em dinheiro, cartão de débito e crédito mediante apresentação de comprovante de residência em Paraty, documento de identidade e comprovante de meia entrada para ter direito ao benefício, se for o caso.

Ingressos durante a Flip

Se você não conseguiu comprar ingressos, ainda poderá adquirí-los na bilheteria do evento, durante a Flip, na fila Último Minuto.

Imagem retirada da internet

Não sabe onde ficar durante a Flip? Dá uma clicadinha aqui e veja as opções!


Todo escritor almeja um dia estar nessa grande festa e ser um dos convidados especiais para compor a mesa principal do evento. Ano passado, nomes de peso como: Fernanda Montenegro, Djamila Ribeiro, Liudmila Petruchévskaia, Colson Whitehead, dentre outros, foram atrações centrais durante todo o evento.

Um dos grandes nomes deste ano na Flip, é a incrível escritora e cordelista: Jarid Arraes.

Nascida em Juazeiro do Norte, na região do Cariri (CE), em 12 de Fevereiro de 1991, Jarid Arraes é escritora, cordelista, poeta e autora dos livros “Redemoinho em dia quente“, “Um buraco com meu nome“, “As Lendas de Dandara” e “Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis“. Curadora do selo literário Ferina, atualmente vive em São Paulo (SP), onde criou o Clube da Escrita Para Mulheres e tem mais de 70 títulos publicados em Literatura de Cordel.

Jarid começou a publicar seus escritos aos 20 anos de idade, no blog Mulher Dialética. Logo passou a colaborar em blogs como o Blogueiras feministas e o Blogueiras Negras e em 2013 se tornou colunista da Revista Fórum, onde manteve o blog Questão de Gênero até Fevereiro de 2016. Na Revista Fórum, atuava também como jornalista e escrevia matérias sobre as mais diversas ramificações dos Direitos Humanos, como feminismo, movimentos de luta contra o racismo, direitos LGBT, entre outros.

Suas principais obras são:

Alias, dia 18 de julho vai rolar lançamento do livro: Redemoinho em dia quente no Centro Cultural de São Paulo e Jarid vai estar num bate-papo com o também escritor, Marcelino Freire.

Então é isso galera, quem for nessa festinha super maneira depois volta aqui pra contar como foi a experiência. Quem não puder ir, assim como eu, mas ano que vem se tudo der certo estarei lá, diz aí… qual autor você gostaria de ver marcando presença na Flip do próximo ano?

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s