XIII Bienal Internacional do livro do Ceará

A data já passou mais eu não poderia deixar de trazer a participação mais que especial da nossa resenhista, Josi Siqueira que participou da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará que aconteceu entre os dias 16 a 25 de agosto, com o tema: As cidades e os livros.

Josi e seu livro de crônicas e poemas: Me Acusaram de Querer Mudar, foram um dos inúmeros destaques literários da Bienal desse ano. Confiram o que esse grande evento representou para a escritora e resenhista.

Transformar-se de expectadora para escritora foi um passo gigantesco na minha vida. Duas vezes como leitora em Bienais de São Paulo, este ano tive o prazer de expor meu livro na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará.

Pude dizer às pessoas, de estudantes e professores a profissionais dos mais variados segmentos: “Este é meu livro, sim, fui eu que escrevi”. Eu estava falando de Me Acusaram de Querer Mudar, meu livro de crônicas e poesias que fala sobre feminismo e autoconhecimento.

Estávamos na Praça do Cordel, de coordenação do cordelista Klévisson Viana, na entrada do evento. Maior visibilidade não havia.

Quem possibilitou a divulgação de tantas mulheres na Praça do Cordel foi a Julie Ane Oliveira. Ela é cordelista premiada desde os 10 anos, trabalha no mercado editorial e hoje tem sua empresa Ganesha Produções Artísticas. Nesta Bienal, lançou o cordel Mulher de Luta e História, que teve sua edição esgotada.

Cheia de palavras de motivação, Julie abriu essa oportunidade para mim e para outras mulheres escritoras. Ao lado de Vanessa Passos, Bia Lopes e Mariana Lima (ou Jovelina Ceará), encontrei minha tribo novamente.

É com elas que eu sigo, que eu pertenço, nesta classe que me enche de orgulho ao se posicionar contra o machismo e contra a censura à liberdade de expressão. Considero o nosso espaço uma resistência, um movimento pelas mulheres, uma demonstração de nossos talentos, arte e trabalho.

Mas, olha, são mulheres tão incríveis, que seria melhor você correr para conhecê-las. Eu seguia o canal da Vanessa, o Pintura das Palavras, para pegar as dicas de escrita criativa e melhorar minhas histórias. Agora sei que ela é tantas coisas mais, e que bom que ela é acessível por meio do canal também.

A Bia faz um trabalho incrível nas mídias sociais. O perfil no Instagram é o @conversadegentefina, que fala de muitas coisas, inclusive de relacionamento abusivo. Este é o tema também de sua trilogia em cordel, Ana e o Amor, que está em papel especial e já vinha embrulhado para presente!

A Mariana Lima escreveu uma trilogia em cordel sobre personalidades e instituições importantes do Ceará. No terceiro volume, ela fala do Instituto GEEON, que trata o câncer de mama.

“Este é o espaço das mulheres” era nossa frase, que fazia parte do pitch. Nós sabemos que um dia não será preciso este discurso. Todos os espaços também pertencerão a nós.

Grata por conhecer melhor essas pessoas e poder riscar mais um objetivo da minha lista interminável de desejos.

Veja tudo o que rolou na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará no site oficial

2 comentários sobre “XIII Bienal Internacional do livro do Ceará

  1. Meu Deusss, que eu não tinha lido esse texto incrível ainda!!! Passando apenas para parabenizar e agradecer a todo o apoios de TODAS AS MULHERES MARAVILHOSAS que somaram nesta Bienal! Vamos em frente! ❤

    Curtido por 1 pessoa

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s