A coletânea literária chegou ao fim.

Amigos, ontem foi o último dia da coletânea: Eu, mulher, existo e resisto, que reuniu quarenta mulheres de todos os cantos do Brasil e do exterior, para abordarem suas próprias perspectivas em relação ao “ser mulher“. Pudemos conhecer diversos olhares, sentimentos e principalmente, estilos de escrita diferentes. Quando eu pensei em criar a coletânea, minha intenção era conhecer essas tantas mulheres que escrevem, que produzem, … Continuar lendo A coletânea literária chegou ao fim.

BELA, DESPUDORADA E DA LUTA

Ela sai de casa carregando seus sonhos. Ao seu redor o mundo passa, mas o ritmo dos seus passos escancara uma mulher que transborda força. Olha em volta com olhos de criança, que descobrem os sentidos da vida a cada dia. Seus passos são firmes, de mulher verdadeira, que respeita suas vontades, que escuta seus sentimentos e entende sua força.

Continuar lendo “BELA, DESPUDORADA E DA LUTA”

É que foi o outro quem me percebeu primeiro

Eu tinha entre treze e quatorze anos. Estava no dentista, pela primeira vez sozinha. O posto estava cheio, como de costume. Depois da consulta iria para casa almoçar e ir pra escola. Só haviam mulheres na sala. Uma delas, com uns quarenta anos perguntou minha idade, respondi. Ela falou do meu corpo, que era “corpo de mulher” (e o que é um corpo de mulher?) … Continuar lendo É que foi o outro quem me percebeu primeiro

Incrivelmente mulher

“Ó abre alas”, deixa a Chiquinha passar!”. Ela que trocou o marido pela arte e quis o mundo ganhar.Mesmo grávida, das batalhas não fugiu. Anita é o seu nome, heroína do Brasil.Apesar do nome frágil, Rosa não esmoreceu. Manteve-se firme em seu lugar e diante a pressão não cedeu.Considerada a frente do seu tempo, sua autenticidade ela exaltou. Aplausos a Frida Kahlo, aquela que nunca … Continuar lendo Incrivelmente mulher

Mulher guia

Mulher linda, porém de beleza exótica.Mulher forte, mediante aos sacrificios impostosMulher brava, quando não aguenta mais e explodeMulher rude, quando aumenta o tom com o dedo em riste.Mulher só, quando eles partem sem se despedirMulher suja, quando tem todo mundo.Mulher negra, quando sua pele fala por siMulher sã, depois de todas as apunhaladas nas costasMulher de mim mesma, mulher de todas nós.Lute com os monstros … Continuar lendo Mulher guia