Músicas que gosto de ouvir enquanto escrevo

A arte de escrever não é uma arte muda, o processo criativo sempre vem acompanhado de alguma outra relação artística. Alguns gostam do eterno silêncio da morte para dar vida aos seus textos, outros procuram o caos para recriar o fantástico elo da escrita há tanto tempo perdido.

Eu, particularmente, sou bem emocional e costumo deixar as palavras por mim vazarem de acordo com minhas emotividades e meu belo estado de espírito. Continuar lendo “Músicas que gosto de ouvir enquanto escrevo”

Dica Literária

Prêmio Sesc de Literatura

A todos os escritores que acompanham meu blog, tenho certeza que esse ano trará bons escritos para todos nós. Então, nada melhor do que começar o ano se inscrevendo num concurso literário e conseguir publicar seu livro numa grande editora renomada e ter seu livro distribuído para toda a rede de bibliotecas e salas de leitura do Sesc em todo o país.

Então, venho compartilhar com vocês o Edital 2018 para o Concurso Sesc de Literatura. Continuar lendo “Dica Literária”

Acabei de escrever meu livro, onde publicar?

Como posso mostrar minha criação para o mundo?

Você escreve a anos e sempre teve o sonho de publicar um livro mas não faz ideia de por onde começar? quem contatar? pra quem enviar ou como funciona todo esse processo? Realmente, é um caminho árduo… Escrever um livro, qualquer um pode escrever, basta ter disposição e criatividade, mas publicar um livro é outra historia…

Pensando nisso, resolvi trazer para vocês que são escritores como eu, uma nova alternativa de publicação de nossas obras. Continuar lendo “Acabei de escrever meu livro, onde publicar?”

Carta ao Pai

O espetáculo Carta ao Pai estreado em 2006 pela Cia. Carne Agonizante tem como referência a obra homônima de Franz Kafka, escrita em 1919. A nova temporada é de 23 de junho a 16 de julho de 2017 no Kasulo Espaço de Cultura e Arte. Concepção, direção e dramaturgia de Sandro Borelli.

Na carta, que nunca foi enviada ao destinatário original, Kafka expõe toda a sua mágoa em relação ao pai autoritário, que ele chama de “tirano”. “O espetáculo é a tentativa de dissecar o conteúdo emocional e/ou espiritual de uma ação, de um gesto, de um olhar, de uma situação ou de uma atitude que seja índice de mistérios do drama humano. É espelho vivo, é o ato doloroso de se ver e não se reconhecer. É drama na estrutura da Dança”, conta Sandro. Continuar lendo “Carta ao Pai”