Fragmentos sobre ELA

Sinto o peso que os calafrios me trazem quando penso no amor como algo novo.

Logo eu, que prometi a mim mesma nunca mais entregar meu coração solitário nas mãos amputadas de alguém sem complacência com os sentimentos alheios. E olha eu aqui, escrevendo sobre a novidade que nos engasga toda vez que pigarreamos sobre os efeitos de outra pessoa em nós.

Continuar lendo “Fragmentos sobre ELA”

Fragmentos sobre ELA

Eu nunca conheci alguém que eu pudesse ler tão fácil, a cada novo encontro aos olhos dela é uma vida a mais que eu descubro perante seus antepassados. É uma maravilha, posso brincar de ser apenas eu quando estou com ela e até mandar embora todos os meus medos e inseguranças, chega até ser engraçado como a gente se conecta, dia desses até chegamos à conclusão que nossos espíritos se conhecem de outras vidas e o que quer que tenhamos nesta vida é algo maior e mais divino do que a gente pode provar.

Continuar lendo “Fragmentos sobre ELA”