Trocas com, Renata Leão

Promessas não cumpridas, Maria Vitoria 

Olho e reolho para esse tema e a única coisa da qual eu consigo pensar é em mulheres. Mulheres e passados que nunca serão enterrados. Mulheres e suas fagulhas que me acendem em textos e me deixam torrando em chamas em cada linha tracejada. Mulheres e suas peles da qual eu escorava minha face nos tons solenes de seus braços, pescoço, seios, coxas e nadegas. Mulheres que batiam em minha porta em madrugadas de chuva. Mulheres que seguravam minhas mãos nas ruas do centro da cidade enquanto todos os olhos se voltavam raivosos contra nós. Mulheres e seus sorrisos camuflados de mentiras. Continuar lendo “Trocas com, Renata Leão”

Trocas com, Renata Leão

Entorpecer para não enlouquecer, Maria Vitoria

O cérebro esguicha um torpor pesado, é preciso então esvaziar toda essa insanidade.

As ideias correm rápidas demais, por vezes, passo de dois a três dias ininterruptos tragando os estigmas da vida e a concepção de nossa própria racionalidade. Diante disto, é preciso defecar restos de mim que se somam a cada segundo, gerando o endurecer e o putrificar de um vômito calejado. Às vezes, é necessário que eu mesma me fuzile num muro desprovido de cores. Eu também bebo. Eu também masturbo-me. Continuar lendo “Trocas com, Renata Leão”

Trocas com, Renata Leão

As marcas que deixei por, Maria Vitoria

Os pulsos são a ciência que eu sempre terei de comprovar o quanto sofri. Sim, estes mesmos pulsos lambidos pela lâmina cega todo dia de forma pontual às 20:35 da noite.
As figuras icônicas nas paredes de tinta branca me fazem transbordar para doze anos atrás quando eu ainda tinha minha coluna no encaixe do tapete de tranças negras e vermelhas, costuradas por um preço barato.
Por falar em costuradas, posso perfeitamente agora sorrir ao tocar as cicatrizes que trago em meu peito de forma sutil e singela. Continuar lendo “Trocas com, Renata Leão”

Trocas com: Renata Leão

Ei, pessoal!

Trocas com Renata Leão?

À partir de hoje, toda segunda-feira, postarei textos literários que serviram de desenvolvimento da escrita criativa e desabafo poético entre mim, Maria Vitoria e a também escritora, Renata Leão. Já faz um tempo que nós compartilhamos uma troca de temas específicos por e-mail, afim de externalizar nossas angústias  e desenvolver nossa escrita. Trocas com Renata Leão, me permitiu experimentar diferentes olhares e diferentes modos de escrita de um jeito que há tempos eu não desenvolvia.

Como funciona essa troca?

Toda semana, eu e a Renata trocamos e-mails e cada uma designa para outra, um tema específico das mais variadas particularidades. Através destes e-mails, nós passamos a refletir uma sobre a outra e a realidade que nos consome. Toda segunda-feira, será postado aqui no blog um texto de cada escritora com dois temas distintos que uma designou para outra. Continuar lendo “Trocas com: Renata Leão”