Post fixo

Dicas literárias para escritores

Olá, escritor!

Por aqui o clima é de chuva com um céu bem acinzentado e por aí, como é que anda o dia de hoje?

Pra me organizar e tentar produzir alguma coisa diferente com essa temperatura amena, eu resolvi escrever esse post para compartilhar com você minhas pesquisas literárias. Tô sempre nessa de escrever, revisar e reescrever, então cacei alguns concursos literários pra participar, alguns sites e revistas literários para enviar meus textos e também, acabei escrevendo um breve roteiro para um amigo que está nessa jornada de escritor iniciante.

Espero que você possa participar desses concursos e tope do desafio de enviar seus originais para outras revistas e sites, além de pensar um pouco sobre o processo de produção dos seus textos e como você pode melhorar seu estilo e sua imagem como escritor, tendo um acompanhamento mais de perto, num estilo didático e criativo.

Continuar lendo “Dicas literárias para escritores”

COISA RUIM

Pela colunista, Mara Vanessa Torres

Janeiro de 1996. Estávamos no começo das férias de verão. Para o nosso grupo, onde o mais novo tinha cinco e o mais velho treze anos, nada poderia ser mais importante do que o recesso escolar. Era tempo de esquecer que o relógio tocaria às cinco da manhã para nos acordar e voltaria a gritar escandalosamente às nove da noite para nos recolher.

Continuar lendo “COISA RUIM”

Concursos Literários & Oficina de escrita que vão te ajudar a aperfeiçoar suas técnicas literárias

Agosto se inicia e junto com um novo mês, novas possibilidades de exercitar nossa escrita e explorar as áreas literárias. Tirar as ideias do papel e submetê-las a um concurso literário é uma ótima maneira de começar o mês, ou ainda, aprender novas técnicas para desenvolver um gênero literário é uma oportunidade que não aparece duas vezes na vida. E o mais legal? É que ambos são de graça!

Continuar lendo “Concursos Literários & Oficina de escrita que vão te ajudar a aperfeiçoar suas técnicas literárias”

Deve haver haveres para que a gente siga existindo de, Laila Oliveira

Era domingo, manhã arrastada pela insólita vontade de seguir na existência. Olhava eu para os tantos e irremediáveis livros, compostos em filas desconexas nas prateleiras cheias de pó. Eles, todos eles, encarando—me como se culpa eu tivesse por me ausentar por tanto tempo de suas páginas—palavras. Olhei pela janela, observei o topo dos telhados, adentrei algumas casas na esperança de saber um pouco mais sobre a vida dos que ali moravam. Nada! Apenas a escuridão e o vazio na mutua harmonia do domingo frio, de pouco sol e nuvens.

Continuar lendo “Deve haver haveres para que a gente siga existindo de, Laila Oliveira”

Promessas de adulto

Pela escritora: Bia Tannuri

A idade avança, responsabilidades se multiplicam, chegam as marcas inevitáveis do tempo, que insiste em não dar trégua, dificultando o reconhecimento do rosto refletido no espelho, que encara e impõe sua imagem certeira sem margem a dúvidas a quem se refere.  

Continuar lendo “Promessas de adulto”