Eu mulher, existo e resisto

Eu mulher nem sempre fui minha própria morada,

tive medos, angústias, receios

Habitar em mim era desesperador

Mas eu existo, e me reencontrei

fiz de meu corpo meu próprio lar

me encontrei em cada palavra de meu pensamento que saiu e se tornou poesia

Continuar lendo “Eu mulher, existo e resisto”