Mara Vanessa Torres na nova coletânea: Galeria Clarke da Editora Wish

Olá, escritores…

A Editora Wish publicou no inverno passado, o resultado de sua seleção criteriosa na composição de escritores selecionados para a coletânea: Galeria Clarke e uma das finalistas escolhidas foi a nossa querida colunista, Mara Vanessa Torres com seu conto: “Talismã de Carne“.

Continuar lendo “Mara Vanessa Torres na nova coletânea: Galeria Clarke da Editora Wish”

Magnetismo minimalista e inusual

“I Could Live in Hope”, debut dos norte-americanos do Low, encanta por seu desapego ao convencionalismo.

Pela colunista: Mara Vanessa Torres

Há músicas que são viciantes. Você dorme e acorda e elas estão lá, grudadas na sua mente como cola super bonder. “I Could Live in Hope” (1994), álbum de estreia da banda de indie rock Low, exerce esse fascínio há 25 anos. 

Continuar lendo “Magnetismo minimalista e inusual”

COISA RUIM

Pela colunista, Mara Vanessa Torres

Janeiro de 1996. Estávamos no começo das férias de verão. Para o nosso grupo, onde o mais novo tinha cinco e o mais velho treze anos, nada poderia ser mais importante do que o recesso escolar. Era tempo de esquecer que o relógio tocaria às cinco da manhã para nos acordar e voltaria a gritar escandalosamente às nove da noite para nos recolher.

Continuar lendo “COISA RUIM”

Amor de hospício

Pela colunista: Mara Vanessa Torres

Uma tempestade cai sobre Santana dos Montes. As ruas da cidade estão cobertas por água e lama. Velhas construções coloniais seguem imperiosas e despreocupadas, com a força de quem já enfrentou dilúvios ainda maiores que aquele através dos séculos. Em uma casa humilde, próxima à igreja de Sant’ Ana, a idosa se prepara para mais uma visita. Usando o vestido lilás costurado há alguns dias, ela procura o gerânio que retirou do quintal logo cedo. Quer colocá-lo como adereço no cabelo. Precisa se apressar. Quando a chuva diminuir um pouco o ritmo, ela não irá perder nem mais um segundo dentro de casa.

Continuar lendo “Amor de hospício”

Como as deusas da lua

Por, Mara Vanessa Torres

“Mara Vanessa Torres, é a nossa mais nova colunista. Para estrear sua colaboração aqui no blog, Mara nos contempla com seu conto: Como as deusas da lua. Apesar de feito algumas participações literárias por aqui, agora Mara virou nossa mais nova colunista oficial e toda semana vai nos agraciar com uma nova criação literária e também irá escrever sobre arte e cultura no geral, nos saldando com sua opinião a respeito do mundo literário.”

Continuar lendo “Como as deusas da lua”
Mara Vanessa Torres

O SOL DOS NOTÍVAGOS

Em uma hora como essa, não há mais ninguém perambulando pelas ruas. Ou quase ninguém. No final da rua, arrastando as folhas secas das árvores recém-aniquiladas com os pés, dois amigos dividem uma garrafa de suco de laranja. Ao contrário do que toda gente pensa, eles são apenas amigos. O primeiro contato se deu há mais de vinte anos, por meio da caixa de correspondência destinada aos contatos interessados no fanzine “December Moon”. Nada demais, apenas um grupo de entusiastas de histórias em quadrinhos de terror. Dentre todos os membros, eles dois acabaram trocando endereço pelos inúmeros gostos em comum.

Continuar lendo “O SOL DOS NOTÍVAGOS”

A LUNETA

O balançar das ondas me desperta. Águas suaves, macias e discretas. Hoje elas estão mansas. Não querem assustar ninguém. As gaivotas sabem disso e pousam sem medo na beirinha da praia. À procura de alimento, elas bicam a água e acenam umas para as outras. Com o canto do amanhecer, esses pássaros de luz soltam o seu feitiço em cima dos mortais.

Continuar lendo “A LUNETA”