Músicas que gosto de ouvir enquanto escrevo

A arte de escrever não é uma arte muda, o processo criativo sempre vem acompanhado de alguma outra relação artística. Alguns gostam do eterno silêncio da morte para dar vida aos seus textos, outros procuram o caos para recriar o fantástico elo da escrita há tanto tempo perdido.

Eu, particularmente, sou bem emocional e costumo deixar as palavras por mim vazarem de acordo com minhas emotividades e meu belo estado de espírito. Continuar lendo “Músicas que gosto de ouvir enquanto escrevo”

“E agora baby… Porque você se foi?

“E agora baby… Porque você se foi?”

“As noites ficaram tão frias, minhas janelas emperraram e o cobertor está molhado no varal exposto ao sol.”

“E agora baby… Quem vai preparar os ovos mexidos com tomates picados, anchovas e bacon no café da manhã?” Continuar lendo ““E agora baby… Porque você se foi?”

Reggae na favela do Sapé |Maximo Respeito|

– Em frente dos predinho amarelo, no miolo. Encosta mano!
– Sapé vai tá tipo como hoje? Estralandooo

 

16:30. Passei no mercadinho da quebrada, tava na secura de comprar um, Cantina do Vale. Só tinha de dois litros, fiquei na preguiça de carregar mó peso na mochila então resolvi só comprar uma Heinekein mesmo.
Cara, sol rachando a cuca, dia lindão pra curtir um Reggae e tal… Continuar lendo “Reggae na favela do Sapé |Maximo Respeito|”