Meu primeiro amor

Sardas no rosto,
menos três dentes de leite,
pele branquinha como leite de vaca malhada,
cachinhos avermelhados em tom de fogo.
ela tinha uma voz doce, sutil, e era bastante tagarela. Continuar lendo “Meu primeiro amor”