Entrevista com o escritor, Lúcio Pessôa

Depois de ler e resenhar o livro do Lúcio Pessôa: Quase tudo em cinco envelopes, foi a vez de entrevistá-lo e saber um pouco mais sobre o processo de criação do autor e conhecer melhor os bastidores do seu livro e de suas outras diversas obras.

Lúcio Pessôa, foi um baita achado nesse 2019 pra mim. Conhecer melhor o autor e ter me deparado com seu romance, foi uma experiência muito gratificante. Confesso que aprendi muito com a leitura de, Quase tudo em cinco envelopes e indico mil vezes esse livro pra todo mundo que conheço.

Continuar lendo “Entrevista com o escritor, Lúcio Pessôa”

Quase tudo em cinco envelopes, de Lúcio Pessôa

Era noite. Trazia eu, um semblante cansado e convalescido. O dia havia sido cheio e turbulento quando então, resolvi dar um tempo para um respiro e abrir as páginas do livro de Lúcio Pessôa em: Quase tudo em cinco envelopes.

Continuar lendo “Quase tudo em cinco envelopes, de Lúcio Pessôa”
Vipassana, de Mara Romaro

Vipassana, de Mara Romaro

Era tarde, porém ainda era dia. Sol a pino, ruas a fervilhar em mares de corpos frescos e sedentos. Peguei o elevador, subi até o décimo primeiro andar, sentei-me em frente à piscina, retirei os sapatos dos pés, os molhei de forma rápida, retirei Vipassana da mochila, olhei novamente para os arredores de mim, deite-me com as costas coladas ao chão, olhei para o sol, me entreguei à leitura.

Continuar lendo “Vipassana, de Mara Romaro”

Resenha | Coisas da vida minha

Livro: Coisas da vida minha
Autor: Angelo Asson

A tela do computador quebrara, os prazos se apertavam. Projetos para começar, aulas para preparar, um zilhão de livros para ler. Puxei, coisas da vida minha para perto de mim enquanto bebia um grande gole d’água. Um pássaro pousou sobre o vitro da janela e sem querer meus dedos encontraram o poema: teu jeito de querer

Continuar lendo “Resenha | Coisas da vida minha”

Ratona de Biblioteca

Um vinho, uns livros.
Hoje fui visitar a Biblioteca, Monteiro Lobato, que fica localizada no centro de São Paulo, especificamente: Rua. Gal Jardim, 485 – Vila Buarque, São Paulo.

IMG_6664
Imagem retirada da internet

A Biblioteca Infantil Municipal foi criada em 14 de abril de 1936, como parte de um amplo projeto de incentivo à cultura, elaborado por um grupo de intelectuais liderado por Mário de Andrade, então diretor do Departamento Municipal de Cultura. É a mais antiga biblioteca infantil em funcionamento no Brasil e precursora de outras similares, tanto no município como no interior do estado de São Paulo. Em 1955, a biblioteca passou a denominar-se Monteiro Lobato em homenagem ao escritor que tanto encanta crianças, jovens e adultos.

O local traz forte referência as obras do escritor, Monteiro Lobato, além de possuir uma pequena exposição com raridades da trajetória do mesmo.

Continuar lendo “Ratona de Biblioteca”