Tá todo mundo com falta de afeto no peito, isso sim!

Aparentemente, escrever é um ato libertador. Digo isso, pelo fato de ter voltado a escrever para o blog ontem. Depois de ter conseguido tal façanha, no final da noite voltei pra casa pensando no que eu escreveria hoje pela manhã e o mais legal nisso tudo é saber que mesmo que eu achasse que não, talvez eu tenha muita coisa a dizer sobre um monte de coisa a tempos aqui dentro entaladas.

(mais…)