Um jato quente nos pequenos lábios

O corpo pousado em frente ao espelho, nu. As pernas abertas com as duas mãos em seu sexo carnudo. Os dedos firmes e grossos tocavam de forma apressada os pequenos lábios. As coxas eram grossas e meio flácidas, mas isso não a impedia de tocar em seu próprio sexo enquanto se olhava de pernas abertas, nua, por completo, em frente a seu novo espelho intacto. Seu rosto trazia a expressão de dor. Continuar lendo “Um jato quente nos pequenos lábios”